30.1.17

Minha saudade preferida


   Eu só queria te dizer que ainda guardo sua camisa na gaveta, nossas fotos no celular e faço chocolate quente quando me sinto sozinha. Troquei a cor do cabelo, mas o meu batom preferido eu nunca mudei.  Eu acho que ficaria orgulhoso em saber que não espero mais pelos meus sonhos, estou os realizando. Ouço a sua risada quando imagino te contar sobre os caras patéticos que não sabem nada sobre os meus (nossos) filmes preferidos e isso lacrimeja meus olhos nos dias frios.
   É do seu nome que eu lembro quando leio a palavra "saudade". É o seu cheiro que sinto nas horas mais inconvenientes. Eu sinto vontade de te procurar no meio da noite só pra te contar os meus planos que não deram tão certo e as coisas boas que estão acontecendo também. 
   Você seguiu a diante, mas ficou sua risada, sua voz e sua mania de abaixar os olhos quando está nervoso. Você foi a minha saudade preferida  e por mais eu não espero mais uma mensagem sua de madrugada, eu sei a vida se encarregará de esbarrar o castanho dos nossos olhos. E quando isso acontecer, por favor, divida seus braços comigo, me dê um sorriso e nunca mais solta da minha mão. Os nossos planos eu ainda guardo no meu coração.


21 comentários:

  1. Que texto profundo, amei cada palavra, dá para senti a emoção do texto.
    Parabéns, sucesso <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo elogios, Amanda! Um beijão <3

      Excluir
  2. Que lindo!
    Você escreve muito bem, é gostoso ler um texto assim, escrito de forma tão poética. ^^

    Seguindo o blog, amei demais.
    EU SOU UM POUCO DE CADA LIVRO QUE LI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei o nome desse teu blog, menina! Obrigada por seguir

      Excluir
  3. Que texto fofo e simples, adorei! Me fez sentir saudade das pessoas que eu amo e já se foram <3

    ResponderExcluir
  4. Meu Deus do Céu!! Que Texto lindo e apaixonante! Parabéns menina! <3

    ResponderExcluir
  5. Lindo o texto e a forma como os sentimentos aparecem atraves das palavras. AMEI.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  6. Esse texto foi tão lindo, de verdade.
    É bom que ela tenha começado a realizar os sonhos ao invés de esperar por eles, isso é importante. E infelizmente, a frase final define claramente a saudade: as pessoas se vão, mas sempre deixam algo conosco. Só temos que esperar que na maior parte do tempo seja coisas boas.
    Parabéns pelo texto, você escreve super bem.

    ResponderExcluir
  7. Que texto lindo! Sentimos quando um texto mostra algumas coisas que já vivemos e desperta emoções em nós!

    ResponderExcluir
  8. O texto é tão curtinho, mas tão bonito e emocionante ao mesmo tempo. Por um acaso ele tem algum pouquinho de verdade, ou é só fictício? :)

    Ah, eu amei o seu layout, chuchu <3

    ResponderExcluir
  9. Que texto lindo... Olha, eu super me identifiquei com o texto, mas da Pessoa eu so guardo a sua versão antiga, porque a atual É completamente diferente... enfim, ficou lindo.

    ResponderExcluir
  10. Que amor de texto... Pena que "na vida real" as pessoas mudam muito, portanto acaba só restando a saudade e nada além disso

    ResponderExcluir
  11. Que texto maravilhoso minha nossa! Creio que toda mudança é boa, se algo da errado a gente tenta de novo. A mesmice de sempre cansa.

    ResponderExcluir
  12. Meu Deus que texto lindo 😍 com certeza vou salvar. Dá vontade de colar cada palavrinha num quadro vintage. Sério, muito lindo ❤

    ResponderExcluir
  13. Aaaa que texto lindoo! chrei de verdade, nossa! haha vou até salvar!
    Beijos
    www.sandyhelena.com.br

    ResponderExcluir
  14. Nossa, muito sentimento num textinho só. Muito lindo!

    www.brilhamiga.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Meu Deus Pri eu tô chorando

    ResponderExcluir
  16. Top de mais...torço pra ter deixado saudades assim em alguém que tenha feito parte da minha história.

    ResponderExcluir

Paris de Priscila 2016 © Todos os Direitos Reservados

Design & Desenvolvimento por Moonly Design | Imagens Cabeçalho por Freepik