17.1.16

Tudo o que a gente sonhou em ser

        

 Ainda lembro de tudo o que planejávamos tarde da madrugada. Viagens pelo mundo, casinha com janelas azuis, ver o pôr-do-sol de Amsterdam. Nós queríamos tocar a lua, enquanto admirávamos estrelas. 
        Tudo isso seria mais um texto clichê sobre um fim clichê de um casal clichê. Mas estávamos longe de sermos comuns
       A verdade que é nós não temos nada em comum. Eu prefiro terror enquanto você não dispensa uma comédia americana. Eu sou noite, enquanto você não consegue fazer nada produtivo depois das cinco da tarde. Nós discordamos até no sabor da pizza de domingo. E pelas diferenças vieram as brigas. Era tão natural que quando dávamos conta já estávamos gritando um com o outro cada um de um lado da sala. Meu orgulho nunca se deu bem com o seu egoísmo. 
      Às vezes, quando ouço seu nome na rua, me questiono se o meu erro foi acreditar demais. Enquanto estava flutuando nas nuvens, você me acordava para a realidade com seus sinais de desprezo. 
        Mas toda madrugada, ganho mais uma chance para sonhar e percebo que não errei. Pois uma vida de fantasia é perder tempo, o que é precioso para mim, já que a cada nascer do sol, eu sonho mais um pouco e acredito mais um tanto. Por mim. Pra mim.

12 comentários:

  1. que texto lindo, temos sim que sonhar e fazer desses sonhos nossa realidade, e nao viver apenas de fantasia...

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Arranca suspiros e um tanto de conjuntos de palavras

      Excluir
  3. Que texto lindo. Adorei. Pude ver a história contada diante dos meus olhos. Amo textos e amo ler ótimos textos. Já estou seguindo o teu blog que é lindo. Beijinhos

    http://blogmaniademaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Fico feliz! Ele estava estacionado, mas consegui terminar

      Excluir
  5. A facilidade com que você coloca sentimento nas palavras é incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh! Obrigada, Sandrinha! Escrevo com muito amor

      Excluir

Paris de Priscila 2016 © Todos os Direitos Reservados

Design & Desenvolvimento por Moonly Design | Imagens Cabeçalho por Freepik