6.12.15

O verbo sentir




 Sinto muito por tudo. Pelos erros, expectativas, pelas decepções e pelas pessoas. Sempre fui uma pessoa de muita intensidade, de mergulhar no fundo, mesmo sem saber nadar. Tudo o que é raso, comum e morno não me agrada.  Seja um banho, um café, um sorvete ou um amor. Eu sempre estou em metamorfose. Ouço músicas lentas, compro livros pelo título, escrevo em notas fiscais e imagino as histórias de casais que eu vejo de mãos dadas pela rua. Mesmo sendo a flor da pele, não sei falar direito do que sinto, amar é um verbo que dificilmente conjugo apesar de todos os dias regá-lo aqui dentro.
        Sentir nunca foi tarefa fácil, apesar de que os poetas falam de amor o tempo todo, nunca comprovaram que soubessem amar. De repente, tudo o que escreveram era sobre história de desconhecidos no metrô, no bar ou nas esquinas de Veneza. É muito mais fácil anestesiar corações partidos do que cuidar das nossas próprias dores. A gente nunca sabe qual é o remédio certo quando não se tem alguém por perto. Ah, e essa história de que ninguém morre de amor, é balela de quem não nunca viu uma mãe chorar pelo seu filho, perdeu seu melhor amigo, teve um sonho perdido ou um amor mal resolvido. Morrer de amor não tem nada a ver com deixar de existir, a gente perde o ar, o chão, as lágrimas, os sentidos, mas se sente mais vivo.


        Sinto muito por tudo o que já senti. Sinto muito por mim mesma. Sinto muito por você. Sinto muito por isso e por aquilo. Sinto muito por sentir tanto. 

*Se você acompanha todos os meus textos ou gostou deste e quer acompanhar os próximos fique sabendo que a partir de hoje, postarei textos todos os domingos (principalmente os chuvosos), deixe seu comentário para eu saber o que você achou da novidade. Um grande beijo e até o próximo post!

18 comentários:

  1. Sentir as vezes é bem dificil,textos falando de sentimentos são bem difíceis ,amei o texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado! Realmente foi muito difícil produzi-lo, beijos

      Excluir
  2. Gostei muito do seu texto! Bem feito e lindo!
    Beijão

    Estilo de sobra baby!

    ResponderExcluir
  3. Como sempre amei demais...
    Cada palavra que você escreve é uma reflexão diferente, seus textos nos faz sentir,viajar...
    Amooo o modo como você escreve
    Aaaah Parabens Priiiii❤️
    Beatriz Alves

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada,Bia!!! Sua opinião é muito importante <3

      Excluir
  4. Belo texto é dificil explica porque ao le4 a gente se identifica...

    Beijos

    Aline
    comprasdemulheres.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Que texto mais lindo e que talento! Amei demais sua escolha de palavras para descrever esse verbo <3

    Beijos
    http://www.perigosasgarotas.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Gostei de cada sentimento deixado em cada palavra, deu pra sentir junto com o texto enquanto lia.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha tinha essa sensação!bjjj

      Excluir
  7. que texto mais liiindo! cheio de sentimento <3 adorei!

    www.blogamorarosa.com

    ResponderExcluir
  8. Eu amei o seu texto, suas palavras, o seu sentir... tudo!
    Sou nova por aqui, mas adorei e irei te visitar mais.

    Beijos

    www.maricotacaradericota.com

    ResponderExcluir
  9. Seus textos estão cada vez mais lindos. Com certeza esse entrou pra lista dos meus preferidos. Parabéns pelo talento, Pri!!! 😘❤️

    ResponderExcluir

Paris de Priscila 2016 © Todos os Direitos Reservados

Design & Desenvolvimento por Moonly Design | Imagens Cabeçalho por Freepik