8.10.15

Tudo o que eu pensei no caminho de casa


Hoje, enquanto eu voltava para casa, depois de um dia super cansativo, decidi ouvir minha banda favorita. Enquanto eu caminhava, me apareciam rostos conhecidos, lugares rotineiros e quando finalmente consegui avistar minha casa, minha música preferida começa a tocar e instantaneamente meus pensamentos se conectaram ao seu nome. Conforme analisava cada verso, me dei conta de o quanto eu te esqueci nos últimos dias. Não quero dizer que não pensei na sua existência um segundo sequer, pois me deparei com você quando espiava meu Feed de Notícias de madrugada, quando meu vizinho insistiu em escutar seu cantor favorito umas quinhentas vezes, quando passou na tv o filme que nós vimos pela última vez e quando você me deixou aquela mensagem ironicamente no dia que nós poderíamos estar comemorando mais uma bobeira de casal: o dia que o meu caminho se cruzou sem querer no seu. Porém, eu pensei tanto na prova difícil desta semana, no final do livro que tanto desejei ler, no meu filme favorito que passou na TV... Parece que essas tantas coisas não me deixaram me lembrar de você. Ou não. Talvez eu estivesse deixando de me preocupar tanto com algo que não existe mais, com algo que talvez só tenha existido na minha mente.

          Quando a melodia chegou ao refrão, cada palavra me faz pensar se o carinha escreveu enquanto me observava triste por tudo que não estava indo tão bem. Destranquei o portão e meus olhos se inundaram em um instante.

          Percebi nas últimas notas anunciantes do final da canção que a prova nem foi tão difícil assim e eu quase consegui um dez na média final, levei alguns dias para terminar de ler o livro que só me contagiou chegando no fim e que já tinha decorado todas as falas do filme então nem relutei quanto minha cama me chamou antes mesmo de terminar e quando ignorei sua mensagem como se fosse da operadora. Minhas lágrimas caiam e eu defrontei que talvez hoje fosse a última vez que eu me afogava por você. Talvez hoje fosse a última vez que te colocaria como protagonista de mais um texto meu e talvez finalmente a partir de hoje eu não me lembrarei mais você.


          Durante o tempo que eu tiver minha banda preferida, minha tv, minhas tarefas, meus sonhos e até o meu filme favorito (o qual você nunca se interessou em saber), eu não vou precisar de você.  Enquanto entrei no meu quarto para registrar estas palavras, me dei conta de que só necessito de quem precisa de mim: eu mesma.

Imagem: We ♥ It

16 comentários:

  1. Parabéns pelo lindo blog!

    Aguardo você para uma visitinha,
    com carinho Fisio Júnias
    http//fisiojuniasblogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto!!
    Amei o seu blog,tanto que já sigo o seu blog, se puder retribua?
    Meu instagran: @luanacarvalhoi e Meu blog: http://meuestiloe.blogspot.com.br/
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado. Um grande beijo.

      Excluir
  3. Que texto maravilhoso!!! Amei o novo layout 😘😘

    ResponderExcluir
  4. "[...] Minhas lágrimas caiam e eu defrontei que talvez hoje fosse a última vez que eu me afogava por você. Talvez hoje fosse a última vez que te colocaria como protagonista de mais um texto meu e talvez finalmente a partir de hoje eu não me lembrarei mais você..."

    Meu Deus! Que texto maravilhoso!!! Perfeito amei dms <3

    Blog Luanne Oliveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho, Luanne ;)
      Volte sempre!

      Excluir
  5. Maravilhoso o texto, encheu meus olhos de lágrimas! Parabéns pelo post e pelo blog, está lindo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Pris! Fico feliz que tenha mexido contigo :)

      Excluir
  6. Esse foi o texto mais sensacional que eu li esta semana.
    Priscila, meu bem, meus parabéns. Seu texto é digno de ser publicado em um jornal!

    Nayandra,
    www.ultimobiscoito.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh!! Sério? Fico honrada com teus elogios. Um grande beijo <3

      Excluir
  7. MEU DEUS, QUE TEXTO MARAVILHOSO
    MUITO LINDO PRIII, ARRASOU
    Amei muito
    Beatriz Alves <3

    ResponderExcluir
  8. Emocionante! Parabéns.. Foi incrível como eu senti suas emoções na sua escrita..! Ameeeeei!!!

    ResponderExcluir

Paris de Priscila 2016 © Todos os Direitos Reservados

Design & Desenvolvimento por Moonly Design | Imagens Cabeçalho por Freepik