28.6.15

Li por aí: Semana Passada (Yago Alves)

"Eu matei a saudade semana passada quando me afoguei no mar de lembranças que você deixou no armário da sala. Um álbum pequeno, com um pouco de nós gravado em cada página, a sua mania de enumerar nosso relacionamento sempre me deixou fascinado, mas naquele dia eu sentia raiva por te deixado você registrar tudo, havia datas e frases nos versos das fotos, ler e ver tudo aquilo me dava a sensação de entrar no mar aberto e ser atacado por tubarões.
Meus amigos me mandam todo tipo de texto de autoajuda, alguns até me deram livros, eu acho tudo isso ridículo, “você precisa superar”, eu não quero superar, tudo é doloroso demais, triste demais, feio demais. Essas lembranças me arrastam para um abismo, a tua ausência quebra minhas pernas. As vezes eu queria sair do meu corpo por um minuto, acho que seria suficiente, um minuto longe de toda confusão, e barulho, um minuto longe do pensamento de como estaríamos se tivéssemos dado certo. As gotas de chuva que marcam minha janela, o cheiro de café, o barulho que os pássaros fazem logo pela manhã. Eu te vejo em pequenas coisas, te sinto nos pequenos cheiros, seria possível você vir aqui em casa pintar as paredes e levar essa maldita televisão que você me deu de presente? As paredes me engolem, me vomitam, é um ciclo vicioso que parece não ter fim.
Mais uma batalha que não foi vencida, mais uma guerra em que todos os meus soldados morreram no campo de batalha. Eu deveria te odiar, é isso que ex namorados fazem, mas por mais que eu me esforce, cada musculo meu só sente vontade de te abraçar, por mais que eu fume todos os cigarros da cidade e beba em todos os bares você sempre vai estar em mim, e o que mais me dói é que eu nunca vou estar em ti."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Paris de Priscila 2016 © Todos os Direitos Reservados

Design & Desenvolvimento por Moonly Design | Imagens Cabeçalho por Freepik