17.7.14

Depois que te vi

          


        Hoje eu dei de cara com o meu passado. Depois de planejar e decorar frases prontas para dizer quando te ver, acabei te encontrando, sem querer, em uma esquina qualquer. Sem coração acelerado, sem juras de amor, sem pedidos de perdão, somente te vi. Foi tão estranho encontrar o que eu jurava de pés juntos ser a única resposta para todos os meus problemas e o único remédio para a minha saudade solitária tarde da noite. Eu não quis desesperadamente me envolver nos seus braços e dizer que esse tempo todo sem você foi um erro. 
         Parece que finalmente eu te superei. Superei toda essa angústia que me sufocava toda vez que ouvia seu nome. Ainda sinto a sua falta, mas já não é como antes. A nossa história foi linda, mas não existe replay. Ainda bem. Só assim podemos perceber o tamanho valor que ela teve nas nossas vidas.
         Depois de tantas insônias me perguntando se você ainda se lembrava do meu nome, você vem e diz que me ama, assim sem mais nem menos. Um "eu te amo" que eu desejei por tanto tampo, só apareceu tarde demais. A tempestade já passou e com ela a gente se foi. Mesmo se continuarmos se esbarrando por aí, nós não existimos mais, agora é apenas eu e você. E só depois de te ver e continuar seguindo o meu caminho, percebi que me curei de você.

2 comentários:

  1. E eu sempre me identificando com seus textos *---*

    Você arrasa Prii
    .. mtt prefeito

    Amei .. Beatriz Alves <3

    ResponderExcluir

Paris de Priscila 2016 © Todos os Direitos Reservados

Design & Desenvolvimento por Moonly Design | Imagens Cabeçalho por Freepik