15.6.14

Apavorada





         Meu bem, tu deverias me avisar que teu amor tem gosto de saudade. Aquela que dói lá no fundo da alma e faz a gente querer voltar no tempo.  E no meio destas minhas madrugadas vagas, me sinto como uma criança assustada por um pesadelo que só quer colo e um abraço protetor, isso me apavora, porque eu não tenho minha proteção, só tenho eu e a escuridão envolvida com o silêncio que só existia na nossa troca de olhar e entre nossos beijos.

 Procuro consolo nestas minhas palavras que nunca serão entregues a ti. Você que tanto me fez bem. Agradeço aos céus por  ter conhecido, mas não entendo porque você não está mais comigo. Meu amor, estas nossas lembranças tanto me maltrata como me ampara, esse tempo que passou tão rápido foi o meu “para sempre” preferido. Por mais que eu saiba que nada dura para sempre, acreditei que nós existiríamos até os fins dos tempos, até o mundo acabar, porque com você eu me sentia imortal, como alguém que não tem nada a temer. Era só olhar nos meus olhos que o mundo saberia que eu tinha a felicidade presente e que ela tinha um nome lindo e um sobrenome engraçado. Você ficou com a melhor parte de mim e meu egoísmo acredita que só eu conheci o seu melhor, que é o conjunto de tuas amáveis e grandiosas qualidades. Meu amor, alguém como você, eu sei que nunca vou encontrar e nem quero.

Você é umas daquelas estrelas que a gente só vê uma vez. Não me questiono porque a vida tem sido injustiça, até porque nada é perfeito. Mas é desse jeito imperfeito mesmo que a gente reconhece os melhores valores. Tu me ensinaste tanto, mas tanto que sinto  se por algum acaso não tenha sido boa o bastante para você.  Todos esses dias, eu tenho tentado ser forte. Até porque o meu orgulho não permite pena de ninguém,  mas tem sido tão difícil, ainda mais nessas noites frias. Sinto-me doente como se alguém tirado o meu riso, meu coração, minha alegria, meu chão. É assim que eu estou me sentindo,  assim do jeito mais sincero que só consigo contar a você. Só você sabe cuidar de mim. Só você realmente sabe o que eu preciso de fato. E agora, meu amor, eu preciso tanto de você. 


12 comentários:

  1. Que texto lindo, Priiiiii!!!! Ameeei :D
    Parabéns lindona, sucesso com o blog! <3
    @sandracarlab

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sandrinha! Fico imensamente feliz que tenhas gostado ♥

      Excluir
  2. Ficou lindo demais, tu escreve muito bem, viu?
    http://toobege.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Mddds *-----*
    Cada dia mais prefeito :3

    Arrasou Pri .. como sempre :3
    ... Parabéns .. <3 <3

    Beatriz Alves --> sua eterna fã

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, sua lindaaa!
      Obrigadaaaa
      Fico feliz, viu?! beijoos ♥

      Excluir
  4. Ai amiga, lindoo como sempre ..
    Continue assim, vc vai longe!
    Jasmyne Lemos ♥

    ResponderExcluir
  5. Pri, mas que lindo, meu Deus.. estou encantada *-*
    Tata aqui hue

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha a maravilhosa por aqui, haha
      Obrigada, Thathaaa ♥♥♥♥

      Excluir
  6. O que falar sobre esse amor que as vezes dói, mas que na maioria é tão gostoso de sentir?
    Só quem já amou sabe o que é ter forças pra sofrer por isso ♥


    http:allshelikes.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Só quem já amou sabe o que é ter forças pra sofrer por isso"
      Disse tudo, Nay *o*
      beijos ♥

      Excluir

Paris de Priscila 2016 © Todos os Direitos Reservados

Design & Desenvolvimento por Moonly Design | Imagens Cabeçalho por Freepik